Heráldica ESPM

O Reconhecimento de uma Instituição Competente, com História e Tradição

Concebido pela Sociedade Brasileira de Heráldica e Humanística em 2011 para celebrar o 60º aniversário de fundação da ESPM, o Brasão de Armas transmite o status acadêmico conquistado pela ESPM em comunicação, marketing e gestão, devido à sua capacidade de preparar profissionais com postura ética e de liderança, imbuídos da responsabilidade de contribuir para o desenvolvimento da sociedade e das empresas no Brasil e no exterior.

Escola de vanguarda, pioneira e reconhecida como referência nacional, a ESPM é também uma organização experiente como as demais tradicionais instituições de ensino internacionais, mérito alcançado graças a suas ações que vão além da sala de aula.

 

   

 

Brasão ESPM: Um Símbolo que Transmite a Grandeza da Instituição

Na parte superior do escudo está o sol heráldico que representa glória, eternidade, fama, verdade e munificência. A cor vermelha simboliza ousadia, valor, valentia, ânimo, grandeza de alma e magnanimidade. Seus raios aparentes, em número de 16, conservam 8 deles com o esmalte ouro, metal da Armaria luso-brasileira que transmite fé, nobreza, força, sabedoria, vigor, poder, fidelidade, potência, circunstância, riqueza, tolerância e firmeza.

Na parte de cima do corpo do Brasão de Armas, vemos os caracteres gráficos da marca ESPM sobre esmalte branco, indicativo de esperança, pureza, eloquência, limpeza, beleza, verdade, franqueza e felicidade.

Na parte vertical inferior, branca, à esquerda, está inserida a imagem de um galo, figura abstrata criada pelo publicitário, escritor e pintor catalão, Francesc Petit Reig. O galo, símbolo da comunicação, é emblema de guerreiro valente, bravo e vigilante.

No campo vermelho, parte inferior à direita, destaca-se a figura de uma mão humana. Trata-se de uma reprodução original da Caverna das Mãos, localizada no Parque Nacional Histórico da cidade de Perito Moreno, Patagônia (Argentina), considerado patrimônio mundial pela Unesco em função da riqueza artística rupestre de pinturas feitas há mais de 10 mil anos. Essa mão humana representa a arte em todas as suas manifestações, emoções, paixões e formas, simbolizando: saber, engenho e arte.

Na Armaria luso-brasileira, representa o poder.Docet qui facitdiz respeito à filosofia de ensino implantada desde os seus primórdios: ensina quem faz. O dístico MCMLI designa o ano de 1951, data de fundação da ESPM.

Medalha do Mérito ESPM Rodolfo Lima Martensen

A medalha e o diploma têm a finalidade de reconhecer os méritos de personalidades, órgãos e entidades públicas e privadas, nacionais e estrangeiras, que se distinguiram por relevantes contribuições prestadas à educação e à pesquisa, especialmente aquelas voltadas às áreas de comunicação, marketing e gestão.

Rodolfo Martensen era o redator responsável pela área de rádio da Lever (hoje Unilever), fazia programas humorísticos e criou o seu primeiro jingle para o lançamento do sabonete Carnaval, em 1935, no qual ele próprio cantava. Trabalhou em emissoras de rádio e chegou a presidente da agência Lintas ao final dos anos 50, participando ativamente da APP (Associação Paulista de Propaganda).

Convidado por Pietro Maria Bardi, então diretor do Masp, organizou o curso de propaganda e tornou-se o primeiro diretor da Escola de Propaganda do Museu de Arte de São Paulo, origem da ESPM.

Pela sua visão e importante contribuição ao desenvolvimento da propaganda no Brasil e como fundador da Escola, foi escolhido como seu digno representante, tendo sua efígie estampada na Medalha do Mérito ESPM Rodolfo Lima Martensen.

Medalha do Mérito Acadêmico ESPM Gerhard Wilda

Gerhard Wilda despontou como um dos primeiros diretores de arte do Brasil. E a medalha que leva seu nome tem por objetivo reconhecer o valor das pessoas que trabalham ou trabalharam na ESPM e tenham contribuído significativamente com a área da educação, pesquisa e para a Escola como um todo, sempre em busca de excelência, mostrando responsabilidade socioambiental e ética nas relações sociais e profissionais.

Wilda, artista plástico e alemão de nascimento, optou pelo Brasil para exprimir a sua arte. Foi diretor de arte de várias agências de propaganda e criador de inúmeras marcas, como a da Kibon, as quais ajudaram os produtos a assumir lideranças de mercado.

Convidado a participar do primeiro grupo de professores da Escola de Propaganda, permaneceu por décadas em nossa instituição, ajudando assim a formar excelentes profissionais de criação, dotados de ética e responsabilidade.

E pelo seu exemplo e dedicação, foi nomeado para representar a Medalha do Mérito Acadêmico ESPM Gerhard Wilda, na qual a efígie dele perpetuará a sua memória.

O brasão, as medalhas e o diploma são símbolos que marcam o trabalho de 60 anos, o qual contribuiu e vem colaborando para o amadurecimento do mercado nacional, sempre estabelecendo novos parâmetros acadêmicos que colocam o nome da ESPM na história do ensino de comunicação, marketing e gestão.

 

Medalha do Mérito ESPM Rodolfo Lima Martensen e Medalha do Mérito Acadêmico ESPM Gerhard Wilda

Diploma

Medalha e Button do Mérito ESPM Rodolfo Lima Martensen e Medalha e Button do Mérito Acadêmico ESPM Gerhard Wilda